domingo, outubro 31, 2004

DISCO REVISTO

Morrissey - You are the Quarry
Morrissey - You are the Quarry

Se não tinhas gajas nos anos 80, o mais certo é teres ouvido os Smiths durante grande parte deles. Eram uma banda extremamente gay. Vinham de Manchester e alguns deles nem tinham patilhas. Não preciso de dizer mais. Morrissey, o irritante vocalista, depois lançou uma carreira a solo nojenta que, após cinco belos anos de interregno, recomeçou este ano.
Primeiro, o gajo mudou-se para Los Angeles, para uma casa que Clark Gable construiu para uma das amantes. Ora toda a gente sabe que o Clark Gable era rotíssimo (aquele bigode nunca me enganou), logo, o Morrissey também deve ser. Segundo, o gajo já tem 45 anos. Aquela cena do eu-sou-um-adolescente-torturado já não pega. Aos 45 anos o gajo devia estar a passar por uma crise de meia-idade, com três amantes e dois Porsches. Mas nããããããão, o gajo não está. Terceiro, é celibatário. Foda-se, quem é que respeita um gajo celibatário?
Falemos do disco. "You are the Quarry" é, como já devem ter descoberto, uma merda. Não vale a pena comprar. Porque é uma merda. O primeiro single, "Irish Blood, English Heart", é uma tentativa falhada de uma canção política. Porque o velhadas não sabe fazer canções, tem sempre aquele rotíssimo Alain Whyte a escrever com ele. E, para apelar aos putos, o Moz - como lhe chamam os milhares de fãs doentios - chamou Jerry Finn, um produtor que trabalha com putos com os Sum 41 ou merdas parecidas. E o disco ficou uma merda. Desde baladas insuportáveis e insossas, a rockalhadas estúpidas, Morrissey está no seu pior neste disco. "The world is full of crashing bores" vê Morrissey a pedir que alguém o abrace. Há poucas coisas mais rotas que Clark Gable e abraços, a meu ver.
Se és um puto de 15 anos que não arranja gajas, não é com o Morrissey que vais arranjar. Compra um disco dos Sum 41, é igualmente mau mas menos pior. "You are the Quarry" é sério candidato a pior disco do ano. Morrissey é sério candidato a pior artista do milénio. Ah, e o gajo não sabe cantar. É preciso alguém ter tomates para dizê-lo: Morrissey não sabe cantar. E é uma merda. Pseudo-literatura barata para putos imberbes. E tanta e tanta gente aceita e gosta disto. É absolutamente impressionante. Morrissey é o maior falhado da História.