domingo, outubro 24, 2004

ELLIOTT SMITH DESAGRADADO COM O RESULTADO DE "FROM A BASEMENT ON THE HILL"

Elliott Smith poderá estar à beira da ruptura com o seu manager. Razão para a divergência: “From a Basement On the Hill”, o seu mais recente álbum.
Numa sessão espírita conduzida pelo Professor Mogutwo Beybwere Qachaça (André, para os amigos), o cantautor recém-falecido com duas facadas auto-infligidas no peito diz estar desiludido com o resultado final da obra.
O músico afirma ter sido pressionado pelo seu manager, “Disse-me que, uma vez que as gravações não estavam grande espiga, o melhor era mesmo que eu voltasse ao cavalo ou que morresse de uma forma trágica ou assim”. O problema é que o disco continua, nas suas palavras, “fracote”. “Não valeu o esforço, não foi para isto que eu fiz o que fiz– espetar por espetar, antes uma agulha”, disse desanimado através da boca do espírita da Amadora, “parece que não, mas a faca ainda estava afiada” .
Elliott ameaça processar o manager se situação do género se voltar a repetir. “From now on I´ll be aware of certain and determined situations”, conclui.