quarta-feira, outubro 27, 2004

KIMMO POHJONEN ANIMA HALLOWEEN

O consagrado acordeonista finlandês Kimmo Pohjonen foi hoje anunciado, em conferência de imprensa, como a mais recente contratação da Câmara de Lisboa para os festejos do Dia Das Bruxas, vulgo Halloween. Pohjonen deverá vestir uma túnica e capuz pretos, e percorrer as ruas de zonas como o Bairro Alto, Campo De Ourique, Mouraria, Chelas e Xabregas, durante a noite e madrugada de Halloween, vociferando gritos e cânticos inumanos que deverão manter a população num estado de terror debaixo das cobertas. "Quais tias vestidas de múmias? Quais gajos com facas atravessadas na cabeça? Pomos aquele gajo, com o seu cabedal, a vaguear por ruas escuras, a tocar aquelas cenas sinistras com o acordeão, e a dizer 'Wooaaaaoooaaoaoaoaoaoooooohhh', e vai ser ver os gangs da Zona J a bazarem num instante", adiantou ao IM um responsável pela limpeza do departamento cultural da Câmara. Uma associação de proprietários de bares e restaurantes já anunciou que irá protestar contra o evento, por temer uma substancial quebra no negócio, em virtude das ruas ficarem desertas. A FNAC, por seu turno, declara-se regozijante pela subida das vendas dos discos de Richard Clayderman e Cliff Richard, que deverão ser utilizados para tentar combater o Efeito-Pohjonen. Marilyn Manson, Ville Valo dos HIM, e Alexandre Garrett mostraram-se desagradados com a escolha. 'Perguntem a algum dos pacóvios do Idaho que se assustam comigo se sabe quem é esse Kim não-sei-que', disse Manson. 'Não percebo porque esta necessidade de contratar artistas estrangeiros. Eu, o Slimmy, o Pedro Abrunhosa e o Nuno Guerreiro já tínhamos até combinado umas cenas com uns black-metallers da Serra de Sintra!', afirmou Garrett enquanto acariciava os mamilos diante do espelho. Entretanto, circulam rumores que a Câmara do Porto não quererá ficar atrás da sua congénere lisboeta, e terá já encetado negociações com Mark Lanegan, através do patrocínio de diversos bares da Ribeira, e negociantes de rua da Sé.