segunda-feira, outubro 25, 2004

X-WIFE REUNIDOS COM AL QAEDA

Os membros da banda X-Wife reuniram-se com células da Al Qaeda durante o passado fim de semana, apurou o IM. Ao que tudo indica, a reunião serviu para a organização de Bin Laden tentar convencer o trio portuense para que estes aproveitem os seus concertos em Nova Iorque e acedam a colaborar numa série de ataques marcados para Novembro.
A abordagem teve início na tarde de sexta-feira, em Camdem, quando o vocalista João Vieira, depois de comprar mais 32 crachats rosa-choque, se aproximou de um restaurante paquistanês com o intuito de comer um kebab. Terá sido nesse momento que foi abordado por quatro afegãos, aceitando, de imediato, marcar um novo encontro - e com toda a banda presente - para o dia seguinte.
O IM tentou confirmar os factos junto de João Vieira na zona de chegadas do aeroporto Francisco Sá Carneiro. O artista foi lacónico: "Não tenho nada a dizer", murmurou, sem, no entanto, negar o encontro com paquistaneses: "Venderam-me três tapetes sem eu perceber bem como".
As autoridades estão a acompanhar o caso. Um porto-riquenho que vende hot-dogs em frente à sede do FBI confirmou ao IM ter ouvido agentes secretos traçarem um plano de contigências que passam pela apreensão de eventuais armas de destruição massiva eventualmente dissimuladas nas bagagens dos músicos: "Eles que nem pensem que vão conseguir entrar nos EUA com flyers da ZDB ou singles dos Loosers", frisou com uma pronúncia à Manu Chao.
Entretanto, a Al Jazeera vai transmitir, já esta noite, um documentário dedicado aos paralelismos entre a música dos X-Wife e a Jihad, durante o qual Harun Al-Rashid explicará as mensagens subliminares de temas como "Action Plan" ou "Taking Control".