quinta-feira, novembro 11, 2004

VH1 FAZ COM QUE FREDDIE MERCURY RESSUSCITE

O canal de música VH1 dedicou o dia inteiro de hoje aos Queen. Freddie Mercury, o líder da extinta banda, morreu em 1991, com o vírus da SIDA. Hoje, dia 11 de Novembro de 2004, Farrokh Bulsara, nome verdadeiro do cantor, voltou ao mundo dos vivos.
Tudo começou por volta das 9 horas da manhã. O guarda do cemitério onde o vocalista dos Queen estava sepultado começou a ver poeira. Revelou ao IM que "Aquela merda estava mesmo feia. Pensei que estivessem a violar campas. Como daquela vez em que eu e o Jerem...não, mas era o Freddie, o gajo voltou. E começou logo a cantar. O gajo fugiu de mim e foi direito a uma loja comprar discos do Elton John."
Acredita-se que tenha sido a emissão do VH1 a ressuscitar o cantor. Os dirigentes da empresa comentaram, "Já não é a primeira vez que algo assim acontece. Há uns tempos ressuscitámos o George Michael. Muita gente nem sequer tinha percebido que ele estava morto."
Contactado pelo IM, Freddie Mercury confessou "estar muito excitado por voltar ao mundo dos vivos. Aquele caixão era muito apertado." Quanto a projectos para o futuro, já confessou que vai "dar uns tabefes ao resto dos Queen, por terem gravado temas com o Zucherro e é melhor nem culpá-los por outras cenas que já aconteceram há mais de 10 anos." Freddie só aceitou falar com o IM, tendo "mandado os outros repórteres à merda".
Nascido em 1946, em Zanzibar, Farrokh Bulsara mudou-se com a família para Inglaterra em 1959, onde fundou os Queen com Brian May, e outros dois quaisquer cujos nomes escapam a toda a gente a toda a hora. É geralmente acusado de ter dado as bases para a existência de Brian Molko, dos Placebo, do hair-metal dos anos 80 e de outras coisas muito, muito más. Também participou no Live Aid em 1985, por isso já sabem: juntem uma multidão enfurecida e partam-lhe a cara toda.