domingo, março 20, 2005

EZ SPECIAL LANÇAM COVER DE EZ SPECIAL




Os portugueses EZ Special, confrontados com a pressão inerente ao lançamento do seu segundo álbum, "Leitmotiv", decidiram lançar uma cover dos EZ Special como single de apresentação do mesmo. Questionado pelo IM sobre os motivos por detrás da escolha da primeira amostra de "Leitmotiv", o vocalista Ricardo Azevedo disse "Pá, nós sempre fomos grandes fãs. Sempre que tava na rua e ouvia um telemóvel tocar aquela cena, virava-me para a pessoa e começava com uns 'lalalala uh'. Depois convidava-os para dançar na rua e virem jantar a minha casa. Alguns fugiam, outros apareciam com a família toda e esvaziavam-me o frigorífico. A pop é uma coisa linda. Quando começámos a gravar, fazíamos zapping pelos canais todos à procura de uma melodia. O baixista até aprendeu a fazer slaps com as reposições do 'Seinfeld'. Até que ouvimos alguém a assobiar a música dos EZ Special na rua, pusemo-nos a tocar, e ficou assim". Quanto aos EZ Special, e ao facto de verem a sua canção reproduzida por uma banda tão promissora, Ricardo Azevedo (vocalista) adiantou "Por nós, tudo bem. É bom que a nossa música chegue a cada vez mais gente. Estamos a criar um lobby junto do novo governo PS para que as rádios sejam obrigadas a passar 44.56% de música portuguesa com refrões com 'lalas', 'yeah-yeahs' e 'tururus', pois pensamos que é indispensável numa boa educação musical, e graças ao sucesso da cover que os EZ Special fizeram da nossa música, o futuro nesse sentido parece radioso." Sobre possíveis colaborações futuras, os EZ Special pouco adiantaram, deixando, no entanto, em aberto, a possibilidade de um dia "se houver espaço nas nossas agendas, que isto de FNACs e primeiras partes de Hoobastank deixa um gajo de rastos, e também temos vontade de convidar a Patti Smith e a Nico para gravarem connosco" levarem a cabo a colaboração. Sobre o anúncio da morte de Nico em 1988, Ricardo Azevedo disse apenas "Foda-se! Esses artistas preconceituosos fazem tudo para não nos reconhecerem valor! Puta que a pariu!"